Agência de Turismo

Ganhe descontos

Booking.com

Aluguel de carro

Navigation

Zagreb, a capital da Croácia.

Zagreb, a capital da Croácia., O que fazer na Croácia? veja com detalhes como chegar de carro em Zagreb, o que visitar na cidade histórica e qual melhor custo x benefício de hospedagem.


   Zagreb, a capital da Croácia. Saindo do Parque Nacional de Plitvice, peguei a estrada pronta pra percorrer os 140km até Zagreb, mas com o olho atento nos próximos municípios para não passar batida por Slunj, um município que entrou na rota turística devido a vila de Rastoke, um centro histórico croata que é conhecido por seus moinhos e cachoeiras. A vila foi destruída durante a guerra de 1990, mas reconstruída com a ajuda do Ministério de Desenvolvimento e Reconstrução croata.

Eu sou agente de viagem e ajudo o cliente a montar o seu roteiro dos sonhos. Os preços da passagem aérea + hospedagem + aluguel de carro + seguro viagem são conforme o mercado. Entrem em contato para conferir os valores dos pacotes e receba o seu roteiro GRATUITO! 

Contato: blog@dani.tur.br.


PLITVICE - RASTOKE: Mapa para reconhecimento do local.


SLUNJ_RASTOKE


SLUNJ_RASTOKE


SLUNJ_RASTOKE


   A minha passagem por lá foi muito ligeira, mas tive tempo suficiente pra perceber que vale a pena reservar duas noites nessa vila. Há programações desportivas de rafting, canoagem e gipe, além de descansar e imergir com a natureza.

ATENÇÃO: vale a pena se hospedar perto da cidade histórica em Zagreb, assim você otimiza o seu tempo durante o passeio.



Seguem algumas sugestões de hospedagem:


  1. B&B Cool Centre Zagreb
  2. Guesthouse BED 4 U
  3. Youth HOSTEL Zagreb
  4. Swanky MINT Hostel
  5. Zagreb TIME INN Apartments
  6. MIKA Apartements
  7. Hostel BUREAU
  8. Hotel DUBROVNIK
  9. TIA Apartments and Rooms
  10. Bed & Breakfast REGAL Residence



SLUNJ_RASTOKE

   A viagem até Zagreb foi muito tranquila. Ela é o centro de conexões da Europa com as cidade do Adriático. Cidade grande, com ruas largas na parte nova, transportes público circulando a todo momento, poucos carros para uma metrópole e muitos trilhos na pista para passar o transporte urbano elétrico do local. Cuidado com eles, porque possuem a preferência de passagem e nos primeiros dez minutos aprendi na marra como deve circular junto com eles.


ZAGREB: pontos do transporte público elétrico
    As pistas, às vezes, ficam estreitas e quem está na esquerda deve ficar atento porque em muitos casos, depois do sinal à esquerda desaparece e você acaba saindo da pista principal. A sinalização é ótima, então não há muito no que errar, é só observar o trânsito e as placas até chegar em sua hospedagem.


PLITVICE - ZAGREB: Mapa para reconhecimento do local.

   A minha hospedagem era na cidade histórica na parte alta e como toda cidade antiga, a dificuldade de estacionar acaba sendo o maior desafio do local. Fiquei em frente à Catedral da cidade, não há um lugar melhor do que esse para quem gosta de bater perna e desbravar os pontos turísticos por conta própria. Desci a bagagem do carro e fui percorrer lugares possíveis de estacionamento. A esse ponto, enfrentei a dificuldade da língua, pois as placas de rua estavam em língua croata, não me permitiu uma decisão rápida se valeria a pena estacionar na rua ou não. Bem, o jeito foi tirar uma foto da placa e perguntar a alguém quais eram as informações relevantes nela.

ZAGREB

   Como havia um shopping perto, aproveitei para entrar em contato com a administração do shopping para negociar uma estadia de algumas noites no local e ai, decidiria qual opção iria prevalecer.

   Por incrível que pareça, a negociação com o shopping foi boa e ficou mais barato pernoitar o carro no shopping do que na rua. Além de eu poder sair quantas vezes quiser com o carro do shopping até o dia combinado, não teria que ficar atenta com os horários em que o lado da rua era proibido estacionar.

   Esse tipo de restrição tem muito nas ruas europeias, com dia certo ou horários permitindo estacionamento. Seria péssimo para a minha programação de viagem ter que mudar o carro de posição todos os dias.

  Cheguei no final do dia, então, foi o tempo de resolver esses assuntos burocráticos, reconhecer o local e checar lugares importantes como mercado, restaurante, banco e revisar a programação cultural.

  Dia seguinte, iniciei o meu trajeto pelos lugares que estavam próximo da minha hospedagem até chegar os mais distantes, como:

  • A catedral de São Estêvão: ela já foi reconstruída algumas vezes devido a dominação de outros povos e terremotos. Sua primeira reconstrução foi por ter sido destruída pela invasão tártara e reconstruída no século XIII pelo bispo Timóteo pra ser dedicada ao rei Estevão I com uma arquitetura remetendo ao estilo gótico. Outra reconstrução foi feita por causa de um terremoto em 1880, por um arquiteto austríaco convertendo o estilo para o neogótico. Uma outra foi necessária e qual se encontra ainda hoje;

ZAGREB: Igreja de São Estevão

ZAGREB: Igreja de São Estevão

ZAGREB: Igreja de São Estevão


  • Coluna da Virgem Maria e quatro anjos: está em frente à catedral São Estevão;

ZAGREB: fonte e coluna de Virgem Maria

ZAGREB: coluna de Virgem Maria

ZAGREB: coluna de Virgem Maria e os anjos


  • Mercado Dolac, localizado na praça de Jelacica: ele é um mercado popular ao ar livre onde são comercializados verduras, legumes, muitas frutas, pescado, lembrancinhas para turistas, roupas, toalhas entre outros. A estrutura das barracas é uniforme, mas cada feirante oferece sua mercadoria no valor que mais lhe convier. Para quem gosta de comprar frutas frescas para comer durante o caminho, vale uma parada pra se abastecer.



ZAGREB: Mercado Dolac no início do dia

ZAGREB: Mercado Dolac no início do dia

ZAGREB: Mercado Dolac no início do dia

ZAGREB: Mercado Dolac no final da tarde


  • Rua Tkalciceva: de pedestre e cheia de cafés, restaurantes e lojas de conveniência. Alguns estabelecimentos se destacam criando ambientes mais convidativos do que outros. Essa rua é bem extensa e termina perto do shopping, o Svijet Medija onde estacionei o carro;

ZAGREB: RUA TKALCICEVA 

ZAGREB: RUA TKALCICEVA 

ZAGREB: RUA TKALCICEVA 

  • Rua Radiceva: paralela à Tkalciceva e caminho para a praça de São Marcos. Ela é um pouco íngreme, conhecida como a rua das galerias, joalherias e as construções que remetem ao antigo império austro-húngaro;

ZAGREB: RUA RADICEVA

ZAGREB: RUA RADICEVA

ZAGREB: RUA RADICEVA

ZAGREB: RUA RADICEVA


  • Capela na esquina de uma rua: bem pitoresca, ela se encontra no caminho para a praça São Marcos;

ZAGREB

  • Igreja de São Marcos: ela é gótica e com telhado pintado com os brasões da Croácia à esquerda e de Zagreb, à direita. Ela foi construída no século XIII. Os arcos góticos e o santuário foram construídos na segunda metade do século XIV. Vocês também podem chegar até a praça São Marcos pela cidade baixa através do funicular;

ZAGREB: Igreja de São Marcos

ZAGREB: Igreja de São Marcos
ZAGREB: Igreja de São Marcos

ZAGREB: Igreja de São Marcos

  • Os edifícios que rodeiam a praça de São Marcos são o Parlamento, o Governo e o Tribunal Constitucional. Não tirei fotos porque havia muitos seguranças;
  • Torre Lotrscak: é a principal torre da cidade e fica na saída do funicular. Perto encontra-se uma rua de descida com mesas para lanches e do outro lado, uma pátio amplo para apreciar a cidade e as torres da catedral;

ZAGREB: Torre Lotrscak
ZAGREB: ao lado da Torre.

ZAGREB: mirante.


  • A igreja de Santa Catarina: uma igreja barroca, construída no século XVII;

ZAGREB: Igreja Santa Catarina.

  • A igreja greco-católica dos Santos Cirilo e Metódio: foi construída em 1880 no estilo neo-bizantino;

ZAGREB: Igreja Greco-Católica.



ZAGREB: Ópera Nacional (figura da web)

Seguiremos viagem para Ljubljana, Eslovênia!





Aprenda a planejar a sua viagem e não esqueça de alguns detalhes fundamentais, como:

1- O Seguro Viagem: hoje em dia, não tem como viajar para o exterior sem o seguro viagem. Há diversos no mercado, por isso, eu sempre pesquiso pelo Seguros Promo

Você preenche o destino e a data da viagem e ele faz uma busca com as seguradoras do país,  informando o melhor preço. 



2- O aluguel do carro: outro item que a gente faz perder um tempão pesquisando. Hoje, eu faço a minha pesquisa através da Rent Cars, um site que compara aluguel de carro em mais de 100 locadoras do mundo. 

Sem contar que pode pagar em Real, evitando o pagamento do IOF.









Share

Dani Turismo

Post A Comment:

10 comments:

  1. Nunca tinha lido sobre Zagreb e gostei bastante das suas dicas. A cidade me pareceu super simpática. Achei a história do estacionamento super interessante. Como você foi criativa em negociar com o shopping! Eu jamais teria tido essa ideia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lulu, tudo bem?
      A negociação de algo incomum acaba sendo mais difícil, mas não impossível! Nesse momento foi uma ótima opção, já que eu estava hospedada na parte histórica de Zagreb, onde possui muitas ruas sem parking.

      Excluir
  2. Muito completo seu post sobre Zagreb! Vai me ajudar bastante a planejar minha viagem na capital da Croácia! Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marina, tudo bem?
      Muitos brasileiros visitam Zagreb em um tempo reduzido, como uma conexão de voo na cidade. Infelizmente, eles não sabem o que estão perdendo. Eu fiquei algumas noites e amei a capital da Croácia!

      Excluir
  3. Já salvei seu post aqui pq tô louca pra conhecer Zagreb (e outros lugares da Croácia tb)! Esse telhado dessa igreja aiaiai, fico babando aqui!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda, tudo bem?
      Há muitos lugares estilosos em Zagreb. Sugiro que feche hospedagem na cidade velha, para aproveitar bem a viagem. Acaba sendo mais caro, mas vale a pena!

      Excluir
  4. Que gostoso relembrar nosso dia em Zagreb! Também ficamos pouco tempo e visitamos as principais atrações mas realmente concordo que com dois dias dá pra aproveitar melhor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Victoria, tudo bem?
      Sempre é bom ficar mais tempo nos lugares para conhecer a cidade com calma :-)

      Excluir
  5. Chegamos em Zagreb de carona e ficamos em um hotel bem próximo a estação de trem. Adoramos caminhar pela cidade e, quando visitamos, tinha uma feira lotaaada de gente. Passamos vários minutos só observando o momento. Adoramos a cidade mesmo estando bem nublada quando visitamos, nas suas fotos está bem diferente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruno, tudo bem?
      Como o tempo influencia na experiência de viagem, não? Sempre quando rola dias nublados, eu acabo não registrando tanto os acontecimentos, acredita? kkkk... espero que tenha aproveitado o seu tour por Zagreb.

      Excluir

Obrigada por sua mensagem! Você pode receber mais informações enviando as suas dúvidas para o email comentarios@dani.tur.br