Ganhe descontos

Booking.com

Aluguel de carro

Lojas Americanas

Lojas Americanas
PROMOÇÃO
Navigation

A linda Bremen, na Alemanha!

Um final de semana em Bremen, uma cidade que parece ter saído de histórias de contos de fadas.


Olá pessoal, tudo bom?

A Karine Sydow @ka_abroad esteve em Bremen, na Alemanha, há pouco tempo e compartilhou os seus momentos de viagem conosco. Vamos conferir?





Esse ano tenho como missão desbravar várias cidades e vilarejos da Alemanha. Quantos lugares bacanas vocês conhecem na Alemanha?

Eu estou amando descobrir lugares lindos e não tão desbravados pelos turistas, por isso, escrevi esse post "A linda Bremen, na Alemanha!" para contar como foi a minha experiência de um final de semana em Bremen, um lugar que parece que saiu de um "Conto de Fadas".

Onde fica Bremen?


Bremen é uma cidade-estado mais importante do interior da Alemanha, localizada no Norte da Alemanha e cerca de 395 km de distância de Berlim.


Quando visitar a cidade?


Você pode viajar em qualquer período do ano, mas a primavera e outono são as melhores épocas para os brasileiros viajarem, porque além de apresentarem uma paisagem linda emoldurada pelas árvores, flores e jardins bem cuidados, ainda é um período de baixa estação na Europa (fora das férias escolares).

Eu fui em Abril e a cidade já estava bem florida e verde. Amo viajar nesse período, pois os dias ficam mais longos também, pois o pôr do sol acaba ocorrendo sempre mais tarde, proporcionando mais luz natural para bater perna.



Caso você só tenha o período do inverno para viajar, prepare-se para pegar muito vento e chuva. O clima do norte da Alemanha lembra bastante ao londrino, ou seja, um inverno bem cinza.

Como chegar em Bremen?


Eu fui de trem com a empresa DB (Deutsche Bahn), além de ser mais rápido, é uma opção mais confortável. Não há trem ou ônibus direto de Berlim para Bremen, por isso, terá que fazer uma conexão em Hamburgo. Geralmente, as conexões são bem rápidas, entre
10 e 15 minutos de um trem para o outro.



Onde se hospedar em Bremen?


Bremen é uma cidade grande e possui várias redes hoteleiras. Nós ficamos no Star Inn Hotel Premium (Bahnhofplatz 5) bem em frente a estação central de trem, portanto, super bem localizado. Menos de 10 minutos andando da Old Town, com várias opções de bondes e ônibus para toda a cidade.



O quarto era bem espaçoso com uma televisão, frigobar, máquina de café Nespresso, e o principal, uma cama mega confortável.

O que fazer em um final de semana em Bremen?


Após um café da manhã reforçado no hotel, nós fomos andando até a Market Square: a principal praça da cidade antiga, para iniciar o dia com um tour privado às 11hs, em frente ao Town Hall (prefeitura da cidade). A guia chama-se Viveka e já estava prontamente nos esperando para mostrar com detalhes a história e arquitetura da prefeitura de Bremen.



A construção da prefeitura iniciou em 1405, com o término em 1410, sendo considerada junto com a estátua de Roland, que fica a sua frente como Patrimônio Histórico da UNESCO, desde 2004. Ela é linda e considerada umas das mais impressionantes arquiteturas da Alemanha. O prédio ainda é usado pelo prefeito para o funcionamento das atividades oficiais da cidade e o salão principal muito requisitado para eventos e casamentos.



O salão principal é simplesmente divino! Com muitas artes e detalhes, possui um altar todo de carvalho e feito a mão. A fachada do prédio é daquelas que você fica admirando por um longo tempo. Com certeza, a visita guiada foi super importante para que possamos aprender e admirar a história da cidade. Eu recomendo!



Logo após a visita na prefeitura, nós fomos conhecer a Catedral de Bremen, a St. Petri Dom Bremen. Ela foi construída no século XI, no estilo Romântico, passando por uma transformação em 1502 para o estilo Gótico. Linda e imponente, com as suas duas grandes torres.



Não podíamos deixar de ver o símbolo da cidade, a estátua de 1951 feita em homenagem ao Conto do Músicos de Bremen, fica ao lado do prédio da prefeitura. Esse conto foi escrito em 1812 pelos irmãos Grimm. Marcam presença em todos os souvenires da cidade também.



Eu estava muito curiosa em conhecer dois lugares da cidade:

Böttcherstraße é uma rua que foi construída entre 1922 e 1931, com prédios todos de tijolinhos. Foi projetada principalmente pelo artista Bernhard Hoetger junto do importante empresário da marca de café de Bremen, Ludwig Roselius. A rua é bem estreita e sempre cheia de turistas, possui lojas, restaurantes e museus.



Schnoor é o distrito mais fofo e mais antigo da cidade, com casinhas do século XV. Hoje em dia, há muitos restaurantes e bares, com uma vida boêmia.

Todos esse lugares foram visitados através do tour guiado, onde a guia me motivou a imaginar como seria morar no século XV, nesse bairro dentro de casas tão pequenas. Naquela época, as famílias tinham muitos filhos e não deveria ser fácil dormir num cômodo apertado. Hoje, a gente romantiza a história e almejaria ter uma casinha linda como essas, mas, na prática, a gente sabe que não seria prático. Rsrs


Onde comer em Bremen?

O tour acabou e nós fomos desbravar mais um pouco a cidade sozinha, voltando a rua Böttcherstraße para conhecer melhor o comércio local e experimentar a gastronomia de Bremen. Você também pode ir ao Markthalle 8, um espaço alternativo com vários cafés e restaurantes, com gastronomia de vários países.



O que fazer em Bremen á noite?

A cidade estava cheia de visitantes, pois acontecia o Festival de Jazz @Jazzahead, e eu fui convidada para participar desse evento tão importante para Bremen. Nós fomos em vários shows, onde os palcos estavam espalhados pela cidade.

Nós aproveitamos para fazer todo esse circuito de bicicleta (Club Night By Bike Tour). Foi uma ótima experiência unir música, bike, pessoas e história no mesmo local. Além de conhecer novas pessoas, nós pudemos reviver e passar por várias partes lindas da cidade. Amamos o Festival de Jazz, um evento bem elaborado e que se encaixou lindamente com Bremen, uma mistura perfeita.



O festival infelizmente não acontece sempre, mas Bremen possui um ar jovial e descontraído, onde você pode encontrar vários bares, pubs e baladas, cerveja boa e gente bonita.

Conhecendo Bremen de bike: nós gostamos tanto do tour noturno de bike, que no dia seguinte, nós decidimos voltar em todos os lugares pedalando e foi perfeito. Essa é uma dica valiosa, se você gosta de pedalar, pode baixar o aplicativo Nextbike para retirar a sua no terminal mais próximo.

Nosso último dia na cidade: no domingo, pela manhã, a Market Square estava bem vazia, aproveitamos para apreciar o local com mais calma e tirar belas fotos. Infelizmente, o dia estava chuvoso e ventando bastante, todavia, nós aproveitamos para fazer os passeios “nerd”.



O que fazer em dias chuvosos em Bremen?


Nós passamos a tarde nos divertindo no Universum Bremen (Wiener Str. 1ª, 28359), que é um museu onde mistura ciência e aventura, tendo atrações para todas as idades. O museu possui várias exibições e conta a história dos descobrimentos da ciência usando vários brinquedos interativos. Impossível não se divertir por lá, foi super legal e saímos muito satisfeitos em ter conhecido um museu tão incrível.



Outra opção de museu é o Animal Revolution (Am Wall 207, 28195): não conseguimos conhecer por falta de tempo, mas ele parece ser interessante também. As exibições são sobre a história, a arte e a sociedade de Bremen.


Dica extra: antes de pegar o trem de volta para Berlim, nós jantamos em um restaurante espanhol de tapas, muito maravilhoso e com ótimos preços. Muchos Mas (Am Wall 136, 28195) Caso você queira algo fora da gastronomia alemã, achei essa opção excelente.


Bremen, com certeza, merece receber a sua visita, seja por um Day Trip, ou um final de semana imerso na cultura e na beleza da cidade.



Esse roteiro foi preparado pela Central de Turismo de Bremen/Bremer Touristik-Zentrale, com toda a atenção possível. Foi um convite lindo e um prazer ser recebida tão bem na cidade.
Huge Thank you to Sonja! Liebe Vielen Dank Sonja!

#visitBremen #bremenerleben



Aprenda a planejar a sua viagem e não esqueça de alguns detalhes fundamentais, como:

1- O Seguro Viagem: hoje em dia, não tem como viajar para o exterior sem o seguro viagem. Há diversos no mercado, por isso, eu sempre pesquiso pelo Seguros Promo

Você preenche o destino e a data da viagem e ele faz uma busca com as seguradoras do país,  informando o melhor preço. 

 

2- O aluguel do carro: outro item que a gente faz perder um tempão pesquisando. Hoje, eu faço a minha pesquisa através da Rent Cars, um site que compara aluguel de carro em mais de 100 locadoras do mundo. 

Sem contar que pode pagar em Real, evitando o pagamento do IOF.





Share

Dani Turismo

Post A Comment:

0 comments:

Obrigada por sua mensagem!